Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Visão doze - JAIME ROCHA

mas o pedreiro afirmava que se temia
essa verdade como se ela pudesse
fulminar o anjo. Porque tudo se passa
afinal nesse dólmen e é lá que estão escritos
os nomes das árvores e dos venenos.
Quando a maré encheu, o homem reparou
a muralha com as mãos de quem edifica
o paraíso. Porque ali poisavam
os cabelos e as saias da mulher e era ali
que o seu corpo haveria de ser tomado
pelas forças da rocha.

EM - OS QUE VÃO MORRER - JAIME ROCHA - RELÓGIO D'ÁGUA

Sem comentários:

Enviar um comentário