Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

É tudo de repente - ALBERTO DE LACERDA

É tudo de repente
Muito lento
Insuportavelmente estranho

Os arcos sucessivos dilatando
Extremo após extremo
Deixam o ser inteiro
Perder o pé

No oceano ignoto

EM - O PAJEM FORMIDÁVEL DOS INDÍCIOS - ALBERTO DE LACERDA - ASSÍRIO & ALVIM

Sem comentários:

Enviar um comentário