Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 9 de outubro de 2010

As bruxas...* - ANTÓNIO BOAVIDA PINHEIRO


Sem ser supersticioso,
nem ter medo de "mésinhas"...
Talvez seja receoso!!!
De quê?... Vê lá se adivinhas?

Em "bruxas" acreditar?!!!
Se existem, eu não sei bem...
Mas prefiro evitar
os seus olhares de desdém...

É vê-las à meia-noite,
numa noite de luar...
Não há ninguém que se afoite,
para as mesmas enfrentar...

Em caldeirões, na fogueira,
fervilham as "maldições"...,
numa sopa "mixordeira",
de "unhas", "sapos" e "tritões"...

E depois de muitos gritos,
blasfemas, discussões...,
nos caldeirões vão ser fritos
"entranhas" e "corações"...

E, antes do sol raiar,
com seus chapéus de "cartuxas",
em vassouras vão voar,
em "magotes", essas Bruxas...

in...Poemas ao correr da pena... - ANTÓNIO BOAVIDA PINHEIRO - Temas Originais

Site da editora aqui

*Este poema tem o diploma com o titulo «Magnum Opus», no Concurso Literário «Prémio Alquimia das Letras» - Sorocaba - Brasil, 2009.

1 comentário: