Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

acerados sinais - VASCO GRAÇA MOURA


acerados sinais para o desejo,
os bicos do teu peito, quando os mordo,
já me desliza a mão noutro rebordo
e cheiro, provo, apalpo, escuto e vejo

entre o prazer e a sombra algum lampejo,
tropel de sensações em desacordo,
espuma que se forma e corre ao pôr do
sol e ao nascer do sol em cada beijo,

enquanto a tua língua me procura,
me percorre insistente e então, de leve,
refaz o seu caminho de saliva,

até que o cego ser se nos mistura
e o seu fulgor eterno, de tão breve,
faz com que nesse instante morra e viva.

in... Poesia 2001/2005 - VASCO GRAÇA MOURA - Quetzal

Site da editora aqui

1 comentário:

  1. Fui apanhada com uma surpresa. Um poema erótico que na minha óptica não esperava neste autor.É lindíssimo.

    ResponderEliminar