Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 6 de junho de 2010

Saudade e Ternura - EMÍLIO LIMA


querida Mãe
partiste para o Céu alto
onde os nossos olhos não podem ver
vai mãe  prepare-nos
uma pousada confortável

Mãe
faça da minha aspiração
manifesto dos seus filhos
claro que não guardamos
ódio de ninguém
sabemos que a morte
não é fim da vida
mas sim o início de uma nova vida
sabemos que a vida se passa  Mãe
mas há momentos na vida
que não se passam  transformam-se Mãe

Ó Mãe saiba que revivo profundamente
o seu conselho de que temos que amar...
... saber amar o mundo
amar o irmão como nós mesmos
só quando soubermos amar
é que nos poderemos sentir amados
só quando soubermos perdoar
é que nos poderemos sentir perdoados
só dando é que se recebe do irmão

Mãe vivo a sua saudade
sinto que é saudade
mas não é só saudade
porque vem do fundo do meu ser
meus actos já são guiados
por alguém que já não vejo
as minhas convivências são mais
com silêncio profundo
olhando para ti no Céu alto mãe
protege-nos Mãe

recorda que nós teus filhos
vivemos alimentando da esperança
fomos cavaleiros pobres lentos
corajosos com fraternidade no sofrimento
que é como uma dor profunda
que arde como o fogo purificador
protege-nos Mãe e descansa em paz

in... Notas tortas nas folhas soltas* - EMÍLIO LIMA - Temas Originais

Site da editora aqui

* A apresentação deste livro teve lugar este sábado, 5 de Junho, em Lisboa.

Sem comentários:

Enviar um comentário